sábado, 11 de novembro de 2017

RESGATE



Ontem caminhamos juntos 
Rumo ao cume 
Pela beira do precipício
Houve um medo intenso
e a tristeza pelos que estão ficando pelo caminho... desde o inicio. 

Nem todos conseguem , podem ou devem nos acompanhar.
Em nossa jornada, não
há como resgatá-los
Ou como voltar.

Deu-me forças sentir tua mão segurando firme 
As minhas... 
uma pausa importante 
para respirarmos 
o ar rarefeito das alturas sob nosso céu particular...

Quase nos perdemos no nevoeiro que passou
Mas a verdade da tua boca 
nos salvou 
Mantivemo-nos firmes.
Choramos juntos
Por um momento
Misto de emoção e medo.
Abraçados, nos pausamos. 

É preciso mais atenção.
Cada passo adiante 
pede cuidado , equilíbrio
maturidade... mas exige ação !

Ontem , caminhamos, já muito alto, na beira do penhasco, 
cada dia, mais longe
Cada dia, mais difícil
Passamos e seguimos 
desde o inicio 
com o sonho de chegar...
Falta ainda um bom caminho 
Mas agora ja não devemos ou conseguimos
Parar de caminhar. 

Miro Martins nov 2017

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

ALVORECER DIVINO



É o amor que nos faz ver essas coisas
magnificas e tão gratuitas.
É seu amor que me mostra isso ...

É por ele que o céu se enfeita e cria cores
e só quem tem o coração amante, se contamina ...

Quem tem olhos que veja
e encha a alma dessa graça divina.

Miro Martins - Nov 2017

AQUELE TOM QUE AZULAVA TUDO


Aqui,  livres do mundo  lá fora
Despidos dos compromissos
Nos entregamos à emoção, aos medos
e verdades, aos outros,  inconfessáveis...

Nada do vivemos se pode provar.
Alem das palavras que se esparramam pelos brancos lençois
e se confundem com nossos desejos...

Ficarão na memória os gestos, as cenas vistas, detalhes que vivemos
tao intensamente neste universo particular.

O tom do céu também vai nos lembrar essas manhãs...
era um azul suave e delicado aquele que iluminava nossas peles.
Um azul que me deixava ver os caminhos do teu corpo e me mostrava por onde ir.
Um azul iluminado por seus dentes brancos quando eu te fazia sorrir.

Aquele tom azulava tudo...
pés, pernas , umbigo, seios, seu colo macio e maternal onde deitar.
Éramos nós espelhados no teto desse céu particular.
Espalhados, livres, íntegros e concentrados...
Havia aquela canção que nos carregava de emoções,
escorrendo pelo ar,  invadia  nossas almas e tocava nossos corações.

Tudo era leve mas intenso sob aquele suave azul celestial.
Depois a agua quente
Corpos abrigados como no utero maternal...
gêmeos de alma  a flutuar... o cordão umbilical
do sonho nos unia em delicada harmonia  de pensar...

Era tao delicioso poder estarmos entregues
naquelas poucas horas azuis que, na verdade, pareciam voar.

Ali, visitamos passados
Fomos ao futuro e nos entregamos
ao magnifico ato de amar .

Miro Martins Nov. 2017

O PERFUME DA GARDENIA



O perfume da Gardênia 
Por toda essa noite 
Me lembrou 
A delicadeza desse amor
E que esse será um daqueles dias em que 
o universo poderia parar de girar...
Tudo deveria parar. 
no momento que temos 
para esse nosso amor....

Carros apressados indo sabe-se lá pra onde
Pessoas passantes pelas calçadas
Aves em voo pelo frio ar 
Nuvens loucas lambendo o céu da madrugada
A quente e intensa florada dos flamboyants que pintam as ruas nesse dia 
Tudo deveria 
Parar. 

Para o tempo, meu Deus 
Porque hoje a terei em meus braços e nada 
Nessa louca cadencia universal vai ter importância, nem relevante , nem fundamental. 
Absolutamente nada vai ser igual . 

Congela o tempo 
Deixe apenas uma musica suave a tocar 
Ou o canto de um sabia
Quando a tiver em meus braços
Depois que ela chegar ...


Miro Martins nov 2017

terça-feira, 7 de novembro de 2017

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

UM MOMENTO APENAS.


A madrugada vai se esquecendo do meu sono
e dos sonhos onde estavas.
E o amanhecer começa a rugir na vidraça
que ja vislumbra a claridade do dia se apresentando...
O teto do quarto, universo branco onde perco milhares de palavras,
parece cada dia menor.
O tempo se arrasta aqui dentro...
Um momento apenas ...

La vem mais um dia de trabalho e muitas atividades
Um dia de alegria no coraçao
Mais um dia pra ser grato
De saude , atividade e oraçao
Dia em que o café trará seus olhos
e sorrisos - Sempre tão fáceis em nossos encontros - pra encher
de razão toda minha alma ...

Esse dia será meu e também seu por direito.
Fará parte da nossa historia.
Um dia qualquer
Uma segunda feira sem muito o que esperar
Mas, ela vem cheia de sonhos
De alegria,  por ser mais um dia
em que vou te amar .

Miro Martins  Nov 2017

domingo, 5 de novembro de 2017

UM DIA QUE NAO DEVIA EXISTIR


Hoje é domingo
Um dia
Que não devia existir
Nem pra mim 
Nem pra você
Irrelevante que exista 
Para todas as pessoas 
Que enchem as praças e parques de alegria 
E felicidade a dois 
Em familia... 
para mim não devia

Para que existir um dia 
Em que não posso te ver ?
Para que ?
Escorro pelas ruas 
Buscando indícios
Tentando em esquinas 
Te encontrar... 
por apenas uns  segundos

Hoje é domingo
É dia de não ser
Dia de não se importar 
Que ele passe rápido
Como  passa a vida 
Quando ao seu lado estou
Que seja como quando 
Juntos estamos 
Que num piscar de olhos, acabou.


Miro Martins nov 2017

DESPERTEI DE SER ONTEM

Hoje é quase hora 
O ar úmido que a chuva fina causa la fora respiraremos juntos.
Será nosso .
Hoje minha pele está acesa lisa e perfumada
Esperando o toque em meio a tantos assuntos.
A lua cheia se escondeu
Pois não quer nem saber do que faremos quando o sol vier.  Tão pudica essa lua...
Acho mesmo que nem o sol virá se mostrar ao dia
Hoje não precisamos dele para nada . 
A praça estará mais vazia
Porque chove nessa manha que será nossa.
La fora, os sons molhados dos carros na esquina se arremessam contra a janela... 
observo um vulto passando lento sob um negro guarda chuvas
Caminhando alheio ao meu coração ansioso pela hora em que a terei em meus braços ...
Despertei de ser ontem , me cansei de ser agora
Quero outros espaços
Quero o daqui a pouco ...
A hora em que vou te entregar minha alma e
meu coração pulsante e louco. 


MM

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

NOITES INTEIRAS DE SONO

Minhas madrugadas agora estão repletas de sonhos
e de sono profundo...
Na solidão do quarto
Recuperam minhas células
Regeneram meu ser… refazem meu mundo.

Mas devo confessar
Que perdeu um pouco a graça, daquela espera
Dos momentos que percebia você me chamar .
Esperava ansioso pelo som eletronico que iria me despertar
Trazia consigo, no meio da madrugada,  o susto e a delicia de saber-te atenta à mim...
Minhas madrugadas eram assim ...

Agora , durmo.
Entrego-me aos sonhos, onde quase sempre estás .
Sei que preciso disso.
Sei que é importante pra nós ...
O descanso profundo e despreocupado na certeza do amor existente ...
Mas, como era bom o susto do som eletronico
Aquilo me trazia alegria de forma tão exposta...
Dormir e acordar pensando em ti
Sonhar e despertar sabendo que meu amor tem resposta.
`A espera do teu momento
Sonhar junto comigo e me contar coisas deliciosas.

As madrugadas agora ficaram  silenciosas ...
E eu durmo feliz
Por saber que tambem dormes
Durmo teu sonho
Sonho teu amor
Perco-me na escuridão teclando palavras
que de alguma maneira vão te encontrar...
Minha noite longa torna-se imensa
até o seu despertar .

Miro Martins - novembro 2017

sábado, 28 de outubro de 2017

O AMOR VAI SE SOLIDIFICANDO



O amor vai se solidificando
Tomando uma forma mais densa e quanto menos parece , mais a gente pensa  que existe.  
Fica um pouco menos fantasioso, menos lúdico...Fica um pouco mais careta . 
Aqueles arroubos deliciosos que tínhamos vai dando lugar a algo bom e tranquilo.

Ficamos com o coração sossegado, sereno e 
finalmente deixamos de fazer alarde por bobagens.
Aceitamos as diferenças e convivemos melhor com o outro.
Pois...já trilhamos o caminho da amizade, da paixão e 
da ansiedade de nos ver mais do que  é permitido.

Tempo de se amar com paz, 
sem tatear paredes escuras.
Não precisamos mais de aprovação, suposições, ilusões e pensamentos vagos.
Somos nós mesmos, pés no chão e com um amor além deste mundo.


P.P. Miro Martins 2017

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

VIAJANTE DO TEMPO



Eu viajava no tempo com você. 
Fui a outras terras, conheci algumas
onde fui,  mas, as melhores ao seu lado, ainda estavam por vir .

Eu viajei no tempo por você. 
Estive em cafés e praças 
Em palácios , salas de espelhos e ruelas, caminhando pelo dia.
Fui a tantos lugares com a segurança e a vontade 
de quem realmente lá estaria.

Estive em feiras de um colorido barulhento 
sacolas nas mãos, ao seu lado, 
buscando nosso alimento ...
tranquilos e com alegria.
As ervas viriam do nosso quintal , plantadas por minhas mãos. 
Cheiro bom pela casa do almoço regado a vinho e boa musica. 
Quase sempre. 
Depois , a tarde , ir à sorveteria… 
mãos dadas pelas ruas, passos sem pressa alguma.
Apenas caminhar juntos. 

Eu viajei no tempo por um tempo...eu sabia que podia
até que num domingo
Num final do dia 
minha nave caiu . 

As terras, outras, ficaram tão distantes, quase inacessíveis aos meus olhos .  
As viagens de carro a outros países, impossíveis, porque tenho tantos pra cuidar,
Você não pode. Foi isso que ouvi do meu par. 
Você não pode. 
Tive que ouvir, mas, 
Não quero acreditar. 

Eu viajava no tempo por você 
Com a gana e a força de um homem que tudo pode no amor que sente ...
Eu posso  se me fizer acreditar
Se segurar a minha mão firmemente.
Hei de fazer as malas
Tudo, hei de realizar. 

Eu posso viver
Ganhar
Comprar
embarcar
Eu posso nessa nave louca do tempo, 
ao seu lado, viajar. 


domingo, 15 de outubro de 2017

DIA DE NAO SER.


Hoje é um domingo. 
Dia de não se fazer nada, de silenciar a alma e não se atrever.
Hoje não vou fazer poema nem escrever uma linha sequer sobre minhas sentimentalidades... 
Não o farei.

Hoje é um domingo, dia em que ate meu relógio segue enganado.
Um dia depois de que tudo foi vivido, 
maravilhoso, intenso e partilhado.
Houve amor, conversas infindáveis, filme juntos mesmo distantes...

Hoje, te deixas levar pra outras terras longe de mim.
Dormes um tanto mais e estar ao meu lado é uma possibilidade que não existe,
Hoje é um dia que não quero; e sigo um pouco mais triste.

Me afogo um pouco nessa poça de não acontecer .
Por isso, resolvi não te escrever.
Deixarei o dia em branco passar pastoso e modorrento 
nessa espera por outro dia.
Um dia sem te ver…
Dia sem poesia. 

Hoje, domingo é dia de não ser.

MMartins out/2017
 As Tipuanas estão colorindo o chão por ai ! 
Pra pintar seu olhar do que, atento, vejo.
É quando o chão da cidade se enche de cor e
estabelece ligaçoes de sonho, amor e desejo...
Miro Martins

sábado, 14 de outubro de 2017

UMA NOITE SEM VOCE



Foi uma noite diferente.
Não recebi recados, nem um contato qualquer, desses que me acordam 
e fazem deliciosa minha madrugada ... 
Você limitou-se a olhar toda minha atenção e declarações de amor, e só. 
Sem uma resposta, um carinho demonstrado em três pontinhos que fosse...
Madrugada silenciosa em enorme contraste ao som do meu coração 
que insistiu por toda a noite em se pôr alerta para qualquer possibilidade de contato. 
Mas... Nada. 
E nem terei tão cedo, como de costume, nossas longas conversas. 

Os sabiás cantaram hoje, mas, só para mim. 
O alvorecer, seguramente, só eu vou ver...

Sim, ontem sua rotina foi quebrada. 
Houve amigos, conversas e risadas que de você, tiveram o melhor... 
Tua beleza , tua graça e humor... 
Fico feliz que seja assim.

Mas devo confessar que essa quebra da nossa rotina, essa ausência desconfortável, 
mesmo que por uma noite apenas, cria um abismo ao meu lado, 
e fico eu aqui, tentando me segurar, 
catando palavras na madrugada
Tentando frases adequadas pra te mostrar meu coração 
sem criar impressões erradas. 
Vagando pelo teclado em busca do melhor pra te dizer  
e te contar essa agonia de esperar o que não veio... 

De uma certa forma eu sabia que não viria pra matar o meu anseio
Intuí que não teria sua atenção nessa noite.
Sei que houve a impossibilidade e compreendo.  
Apenas esperei...
Esperando até agora.
Esperando seu despertar.
Esperando o dia te acordar.

Espero…



13/10/2017 

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Como se cria um amor .

Eu não saberia dizer
Quando foi que voltei a ver estrelas em meu caminho.
Não consigo dizer com precisão quando foi que todas as flores do mundo 
resolveram se mostrar ao meu olhar. 
Mas posso dizer que num dia, numa manha de sol de quase inverno, 
um anjo em forma de mulher se pôs em meu caminho... 
Foi ali que algo aconteceu!

Como poderia ser diferente se nossas almas se reconheceram ? 
Se naquele sorriso de bom dia havia toda uma historia pra se contar ... 
Por anos os sabiás cantaram em sua janela ... 
Por anos, todos os dias, o sol tentou escrever uma poesia diante dos teus olhos, 
que não estavam aqui e sim em outras terras , buscando muralhas e vitrines 
enquanto eu, aqui, buscava essa alma gêmea que demorou tanto a chegar... 
Foram anos de espera silenciosa... até te encontrar
Foram anos de você pelo mundo ao lado de quem nem te fazia feliz... 
até que um dia de sol veio me presentear...

Nossos olhares se reconheceram . 
Você abriu  as janelas e deixou de ouvir o som do frigobar... 
Abriu  os ouvidos pro canto dos pássaros que a tanto tempo esperavam poder te encantar... 
Abriu os olhos diante da lua cheia que sempre encontrou sua vidraça vazia... 
ate que o amor lhe apresentou à ela um dia . 
Hoje seguimos lado a lado numa estrada sinuosa e nada fácil , 
tateando cada passo no escuro do futuro que esperamos ...

Hoje temos norte , temos sorte de ter encontrado aquela parte que faltava 
pra desembaçar o olhar para as  belezas de um mundo diferente... 
Um mundo onde há gente, 
toque, 
calor . 
Um mundo onde se possa SER...
Onde o TER  seja mero suporte à vida . 
Um mundo que a tanto esperávamos e ainda temos que conquistar... 
juntos, no que a vida nos presentear .

12.10.2017

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Esperando o seu despertar

Despertei de ser ontem, já num hoje que ainda será...
De igual, tenho eu, meu jeito também ja não é o mesmo...
um pouquinho, mudei.
Despertei melhor hoje porque ontem assim o quis,
porque ontem eu fui feliz...
Ao final do dia tive sua presença, sua alegria.
Me veio tao linda, tao leve e descontraída...
cheia de historias  pra contar...

E me conta de um jeito divertido que tanto me encanta...
Despertei de ser ontem esperando seu despertar...
madrugada alta, poucos vultos na rua a caminhar
e eu aqui, escrevendo pra tentar te contar o que meu coração pede.

São quase cinco da manha, não pretendo ao sonho voltar...
Quero ter o prazer do teu despertar...
ainda dormes distante, em terras alheias
onde não posso te tocar,
então, tento, aqui no meu canto solitário te mostrar quando despertes,
o que me vai pela alma, entre o que eu era ontem
e o seu despertar.
                     
 Miro Martins

sábado, 12 de agosto de 2017

Molhar seus cabelos

É quando inventamos as maiores loucuras, numa manhã qualquer 
quando essas, tornam-se urgentes e de repente, realizamos.
É quando fechar a porta, deixar-se envolver
e de repente ouvir o pedido para tranca-la 
fazendo tudo ser recebido de forma tão clara … 

É quando percebo que posso tirar-lhe as roupas sem pudor 
sem pensar duas vezes 
e  admirar seu corpo delirando em sensações
e o prazer com isso ser o  nosso presente matinal…

É quando vejo que planos loucos que declaram sonhos 
se realizam em passagens, minutos  e minúcias…
Viram sonhos que passamos a sonhar juntos…
e se transformarão  em fotos, em beleza 
em imagens que ficarão pra sempre…

É quando seguramos todas as barras e percebo que juntos resolvemos 
apesar dos sustos, dos contras , das dores de cabeça 
que parece que vão nos explodir por dentro…
e nos tornamos mais fortes com tudo isso 
e o amor criado se reafirma a cada dia…

É quando, em varios momentos tudo parece perdido 
e temos a capacidade da volta segura
das caricias de novo, do sexo bonito
do sexo sem pudores e sempre novo, sempre melhor 
a cada momento que dissolve o tempo sob  nossos corpos 
horizontalidade perigosa e explosiva 
incontida em cada centímetro de pele …

É quando a flor encontra a pele para ser 
inesperadamente, fonte de prazer
no apanhar da arvore do caminho a surpresa.
Assim o ano correu
ficamos melhores e ainda acredito na possibilidade 
de um sonho tranquilo
de um andar de mãos dadas, plenos
companheiros, no super mercado
Até que chegue o dia que possas molhar seus cabelos sem preocupação ...
no meio de uma tarde qualquer ...
e que em uma dança suave ...nossos corpos se esqueçam do dia !

Miro Martins 

AGO 2017